//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Comunicação Política, Uncategorized

Carnaval, Política e Fraternidade

blocos-gays-do-rio-carnaval-2018-1014x598

Com o fim do carnaval, o Brasil começa a andar. Do começo do ano até agora foi só pagação de impostos e gastos de férias.

As escolas de samba e animações carnavalescas ficaram restritas as poucas verbas; entrou em cena a criatividade e animação para os muitos protestos. E mais uma vez não faltou ópio ao povo.

Em São Paulo, a vida segue em meio a folia do sambódromo e a festa das escolas de samba, fazendo esquecer um pouco a temida  Febre Amarela.

corrupcao-brasil

Na política brasileira o engendramento de meios e possibilidade para obtenção de votos. Pré-candidatos afinam discursos, capricham e exageram em suas realizações reportadas por informativos e redes sociais. Objetivo é a reeleição e continuação no doce poder. São e serão muitas as aproximações bizarras pela conquista dos votos nas eleições deste ano de 2018. Os pré-candidatos a Presidência da República surgem a cada semana. Muitos, tão somente esperançosos de uma rabeira política.

Se isso é bom ou ruim para a já capenga Democracia Brasileira veremos nos próximos anos. São diversas as opções e modelos para a reforma política, contanto que dê mais voz e poder ao povo, como forma de se  fazer combater a  terrível corrupção que  tanto  assola e envergonha a classe  política brasileira em  todos  as esferas do poder público.

Mas é preciso apaziguar o povo, uma Nação desacreditada nos seus representantes políticos. Para isto existem as igrejas; isentas de diversas taxas e impostos no auxílio deste acalmar o povo mais inconformado ou afoito. Para tanto criaram carnaval evangélico, onde os mais enrustidos pulam, dançam e gritam como se fossem ainda profanos em “Dia do tudo pode”.

campanha-da-fraternidade-2018

A Igreja Católica Apostólica Romana institui anualmente a Campanha da Fraternidade que este ano de 2018 tratará do tema “Fraternidade e Superação da Violência” com o lema “em Cristo somos todos Irmãos”. 

Diante das expectativas de um ano de eleições, Copa do Mundo, etc e tal, o negócio é curar a ressaca, sacudir a poeira, arregaçar as mangas, ter fé nas realizações no ano por vir até que os resultados apareçam.

 

Fontes:

 

http://www.campanhadafraternidade2017.com.br/campanha-da-fraternidade-2018-tema-e-lema/

 

https://g1.globo.com/politica/noticia/tse-define-que-candidatos-poderao-financiar-as-campanhas-com-recursos-proprios.ghtml

 

https://veja.abril.com.br/entretenimento/ao-vivo-a-apuracao-do-carnaval-2018-em-sao-paulo/

 

https://www.cartacapital.com.br/sociedade/beija-flor-e-os-filhos-abandonados-da-patria-que-os-pariu

 

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: