//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Sociologia do Esporte, Uncategorized

NATAL: Alegrias, tristezas e histórias – II: Tragédia de Chapecó

Na queda do avião da LaMia, na Colômbia, 71 pessoas mortas, com apenas 6 sobreviventes.

images-1

A cidade de Chapecó, em Santa Catarina, vivia um clima esportivo de grande euforia, pois grande era a expectativa do time de futebol da Chapecoense sagrar-se campeão da Copa Sul-Americana, torneio internacional que acessa às grandes competições internacionais. O elenco, sob o comando do técnico paranaense Caio Júnior estava afinado e prontinho para a penúltima partida contra o Atlético Nacional, em Medellín, na Colômbia.

Empolgada, a delegação chapecoense foi até Guarulhos, num voo comercial voou para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, de lá fretou um avião da LaMia, até Medellín. Por volta de uma hora da madrugada, (hora de Brasília) do último dia 29 de novembro, a poucos quilômetros do destino (não se sabe ainda o motivo) o avião caiu na floresta, em meio as montanhas na cidade de Rio Negro, com 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes.

acidente-chapecoense-consolidado-v6

Na queda do avião morreram 71 pessoas entre atletas, dirigentes, convidados, jornalistas e tripulantes. Sobreviveram 3 atletas, 1 jornalista e 2 tripulantes, caracterizando-se a maior tragédia aérea da história do futebol, envolvendo e dissipando a equipe chapecoense.

FBL-SUDAMERICANA-CHAPECOENSE-SANLORENZO

Há três anos consecutivos na série A do futebol brasileiro, o time da Chapecó vivia um momento de êxtase, sonhando com a conquista da Copa Sul-Americana de 2016, e, por conseguinte, iria com sorte disputar a Taça Libertadores, pela primeira vez.

Ainda não se sabe a causa da queda do avião da LaMia, prefixo CP-2933, de origem inglesa, com 17 anos de idade, porém o trágico acidente comove o mundo esportivo de Chapecó, Santa Catarina, do Brasil e do mundo.

Assim, neste Natal, ainda que luzes brilhem, que as festas aconteçam, que presentes sejam trocados, que muitos estejam felizes pela chegada de mais um Natal, a cidade de Chapecó e seus moradores indubitavelmente terão um Natal muito triste. O porquê desses acontecimentos trágicos, ninguém sabe explicar. Uns falam em fatalidade, outros dizem ser desígnios de Deus e por aí vai.

Fontes:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/11/lista-de-81-passageiros-inclui-3-que-que-nao-embarcaram-e-estao-vivos.html

http://www.cbf.com.br/

Comunicado – Luto Oficial

http://www.brasilpost.com.br/2016/11/29/queda-de-aviao-chapecoense_n_13296516.html

https://www.revistaw3.com.br/blog/ribalta/2016/11/29/luto-em-santa-catarina-76-morrem-em-queda-de-aviao.html

http://www.clicrbs.com.br/sc/

http://www.gazetadopovo.com.br/esportes/futebol/voo-da-chapecoense-tinha-10-nomes-com-passagem-pelo-futebol-do-parana-boupwb0ksf8uv58usggtatgij

http://especiais.g1.globo.com/mundo/2016/lista-de-mortos-na-queda-de-aviao-da-chapecoense/

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: carlosevangelistajor - 30 de novembro de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: