//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Política Internacional, Uncategorized

DONALD TRUMP: A imprevisibilidade do bem ou do mal?

2016-11-10t164002z_2_mtzgrqecbaffrsnj_rtrfipp_0_usa-election-trump

O mundo continua assustado com a gestão Donald John Trump Jr. por vir. São muitas as possibilidades para um maior protecionismo dos norte-americanos. As promessas de enfrentamento são muitas e vão da construção de muro na fronteira com o México, deportação ou prisão imediata de aproximadamente três milhões de imigrantes, discursos xenófobos, discriminação racial e por aí vai. A imprevisibilidade está no ar.

As desigualdades racial e social existem por todos os quadrantes do mundo e o novo presidente americano pretende acirrar essa discrepância que só irá gerar mais violência.

Trump anunciou e vai sim sacudir os pilares do sistema republicano, doa a quem doer. O suporte para tal vem da “supremacia americana”, agora alinhada com o discurso fanático, arrogante, vulgar, rude, valentão e preconceituoso do bilionário eleito presidente dos EUA.

É sabido que o presidente eleito estará a serviço do americano branco e rico.  Na política externa, como aliados militar e econômico talvez prefira tão somente a Inglaterra e Israel. O resto do Continente Europeu poderá ser descartado, com evidente aproximação com a Rússia.

Da América Latina, pouco interesse terá. A América do Sul então poderá ser inexistente aos olhos de Trump. O Brasil terá mesmo que se agarrar na China comercialmente falando.  Socialmente, os cerca de quinhentos mil brasileiros que estão ilegais nos EUA, é bom começar se mexerem, porque retaliações virão por parte do novo governo americano.

Diante do exposto, o globalismo moderno (liberalismo exacerbado) indubitavelmente passará por novos alinhamentos e aí salve-se quem puder. Entende-se imigrantes, judeus, católicos, negros e claro os comunistas. Ou   seja, o que Obama negociou com Cuba perderá o efeito.

cwvz-x8xgau1ree

No Brasil, a ultra direita busca bons nomes interessados para seguir e defender o pensamento do futuro presidente norte-americano. É esperar para ver esses “nomes desconhecidos” surgirem já nas eleições de 2018.

Certo é que a imprevisibilidade de Donald Trump pode, no seu governo, a qualquer momento fazer surgir decisões econômicas e sociais que poderão sacudir o mundo democrático, seja para o bem ou para o mal.

www.bbc.com/portuguese/internacional-37919102

www.bbc.com/portuguese/internacional-37924487

www.brasil.elpais.com

www.g1.com.br/donald-trump

https://noticias.terra.com.br/mundo/estados-unidos/eleicoes/mike-pence-o-conservador-vice-de-donald-trump,5fc61b8288c860f464d41bc21df2750eivdsou8u.html

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: carlosevangelistajor - 14 de novembro de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: