//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Poesia, Uncategorized

BRASIL: Negro e pobre; pouco sou!

castigo2

Vontade de ter poder apolítico

Ter bastante dinheiro

Bastante prestígio e fama

Desejo de querer mais e mais instrução

Sonho ser bonito

Saudável, sarado e risonho.

Querer ser inteligente

Artista, empreendedor, merecedor

De uma escola ser diretor.

lanceiro_negro_by_edersuria-d5gjdj4

Mas sou negro, de baixa estatura

Ainda que fosse alto

Diferença pouca faz

Porque sou, nasci preto

Teimo em não ser pobre de espírito

Mas chances poucas tenho.

Contudo, inquieto, infante, avante

Sempre sou.

e5b9f79934cf03ce2500427bae553bdd

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: