//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Comunicação Política, Uncategorized

Eleições 2016 e os desacreditados eleitores brasileiros

Sem-T--tulo-1-2

É tanta sujeira e roubalheira na política que nem parece que teremos eleições este ano para prefeito e vereador.

O eleitor brasileiro está tão desacreditado nos políticos que pensa em massa anular o voto nas eleições deste ano. Se isto é bom ou ruim veremos logo mais.

“Está havendo uma aritmética fascista na qual 5 é igual a 0, pois um único erro anula todo o voto.” (Ulisses Guimarães)

A insatisfação dos eleitores se deve às muitas denúncias de corrupção, protecionismo político, lavagem de dinheiro público, conluios políticos, apadrinhamentos, enriquecimento ilícito e por aí vai.

frase-Marcelo

Fala-se tanto em reformas da previdência, tributária e política, mas na realidade pouco ou quase nada tem se avançado em prol do povo e o que se vê são benesses aos familiares, correligionários, empresários e apadrinhados.

“Os partidos políticos existem para alcançar o poder”.

Ulisses Guimarães

Obviamente que se os eleitores votarem nulo em massa algo irá acontecer em demonstração de protesto, o que poderá forçar o engendramento de alguma modificação.

n450

É importante que os institutos de pesquisas avaliem a opinião dos jovens, hoje totalmente avessos as paixões políticas partidárias e isso levará num futuro próximo às aguardadas mudanças deste “formato democrático” que já envergonha muitos brasileiros nacionalistas. Talvez não pelo formato democrático em si (que aliás é muito bonito e perfeito), mas pelas brechas que permitem este estado de corrupção e bandalheira na política em todas as esferas; federal, estadual e municipal. As provas estão aí de acordo com a Operação Lava Jato.

“Para bem aquilatar a natureza dos povos é preciso ser príncipe, e para aquilatar a dos príncipes é preciso ser povo”. (Maquiavel)

Enquanto isso, até o dia 05 de julho, os eleitores de todos os municípios brasileiros conhecerão os seus candidatos a prefeito e vereador, suas propostas, demagogias e mais uma vez teremos de ver, aguentar, enojar com a propaganda política gratuita no rádio, na TV, por todas as esquinas e se vacilar eles, os candidatos inescrupulosamente adentrarão nossa casa, em busca do voto e do poder.

www.tse.jus.br/

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: carlosevangelistajor - 1 de julho de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: