//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Comunicação Política, Uncategorized

Brasil: Joaquim Barbosa, Sérgio Moro e o povo. Intenção é combater a corrupção e promover um País melhor

titulo-de-cidadao-cearense-joaquim-barbosa-sergio-moro-capitao-wagner

Lula, família, e o “trio de ferro” do PMDB (Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney) querem a todo custo barrarem a Lava Jato e todo o dinheiro roubado dos cofres públicos acabe em pizza.  Ou seja, daqui a pouco Dilma retoma a presidência e o poder será alternado entre PT e PMDB e tudo não terá passado de uma tremenda armação para ludibriar o povo.

Na verdade, o pacífico povo brasileiro começou a acreditar na justiça a partir do então ministro Joaquim Barbosa que iniciou o processo de investigação e punição dos envolvidos no escândalo do Mensalão(…).  Na sequência surgiu um tal juiz Sergio Moro que fez reacender as esperanças do sofrido povo de que o Brasil tem jeito sim, desde que a justiça brasileira investigue, prenda e condene os ladrões do dinheiro público, ainda que seja um preciso demorado que pode demorar dez ou até vinte anos. Mas querer acabar ou barrar a Operação Lava Jato é matar o povo dos nervos, de raiva, de indignação e de descrença total com a classe política diante de tantas maracutaias e roubalheiras em todas as esferas da política brasileira, podendo conduzir o povo a uma revolta perigosa.  Paciência tem limites e a sociedade brasileira vê pouca luz no fundo do túnel.

20150412142351732152i

Assim sendo, evidente está que o povo tupiniquim apoia esse braço da justiça que pretende combater a corrupção, mas se cercearem a Lava Jato, o povo estará a ver navios.  Daí tudo poderá acontecer desde a oficialização da corrupção às execuções em praças públicas dos políticos corruptos.

O Brasil vive sim uma crise profunda nas áreas política e econômica. A presidente Dilma Rousseff foi afastada do cargo.  Porém, PT, PSDB, PMDB travam brigas, confrontos e lutas em todas as esferas. Eduardo Cunha querendo os seus bens, Lula e família processando o juiz Sergio Moro. O trio de ferro do PMDB querendo promover um “Pacto Caxias” para conter a Lava Jato. É afronta em demasia contra o povo e as instituições jurídicas brasileiras.

37oh90xbt2a3i1ueh10kacun9

Jucá, Sarney e Renan em reunião do PMDB. Os três são suspeitos de tentar obstruir a Lava Jato

Diante da descrença política, quem será vai surgir para acalmar o povo e colocar o Brasil nos trilhos da modernidade econômica e política? 2018 vem chegando e a sorte está lançada anunciando horizontes a serem descobertos, sondados e porque não dizer explorados.

O Brasil vive sim um novo tempo de combate a corrupção oficializada no país, especialmente pós Joaquim Barbosa, Sérgio Moro e outros valentes e patriotas brasileiros que hão de surgir sob o abrigo do Supremo Tribunal Federal, anunciando a chegada de um novo tempo com a intensa e incansável participação da população brasileira. Caso contrário estaremos totalmente perdidos em meio a tantas crises que já está muito ruim, mas que sabidamente poderá se agravar.

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: carlosevangelistajor - 20 de junho de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: