//
você está lendo...
Uncategorized

IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF: Barganha, manobra, decisão legítima ou golpe?

impeachment

Tags:

Congresso Nacional, Crise, Democracia, Impeachment, Paralisia econômica, Supremo Tribunal

Se os políticos não se entendem em Brasília, o judiciário interfere e exige que o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha-PSDB, faça abrir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff- PT, nesta última quinta feira, 03 de dezembro.

Tão logo soube da gravidade da crise política entre governo e oposição, a presidente proferiu discurso à Nação classificando de inconsistente e improcedente a abertura do referido impedimento dela frente a Presidência  da República.

Uma comissão especial formada por 65 deputados de todos os partidos avaliará se o processo prossegue ou será arquivado.

Se aprovado pela comissão, o processo seguirá para o plenário da Câmara e serão necessários 342 votos favoráveis. Se aprovado seguirá ao Senado Federal onde serão necessários 51 dos 81 votos.  Com tais decisões do Congresso Nacional, a presidente será afastada do cargo por 180 dias, assumindo interinamente o vice Michel Temer-PMDB, seguindo o processo ao Supremo Tribunal de Justiça, que julgará o pedido de impeachment. Se concedido Temer tomará posse em definitivo, se negado Dilma retornará ao cargo.

Dilma-Temer-e-Cunha

Então assim, em 180 dias (sem recesso) o povo brasileiro saberá se o PT deixará o governo ou o PMDB, numa coalisão com o PSDB assumirá o Executivo Brasileiro.

Lideranças partidárias, ministros, etc., enfim, a classe política vive este momento de muitas articulações para que se posto adiante, o processo de impedimento de Dilma Rousseff faça valer de todos os direitos de respostas e do contraditório durante a tramitação do processo.

Acusada de crime de responsabilidade, diante da lista de problemas que vem provocando a recessão econômica, a nova fase de paralisia, resultados econômicos sombrios, corrupção, barganha, etc., a presidente e os elementos pensantes do PT terão muito trabalho pela frente visando a manutenção no poder.

A oposição liderada pelo PSDB de Aécio Neves, já pensa pedir a suspensão do recesso político que começa no dia 21 de dezembro e termina no dia 1° de fevereiro, assim o procedimento será acelerado.

Vale ressaltar que o deputado Eduardo Cunha já apaziguou afirmando que será dado todo e amplo direito de defesa da presidente e que o julgamento obedecerá apenas e tão somente a Constituição Brasileira em vigor, para que a Democracia Brasileira seja respeitada. Porém, sabe-se que Eduardo Cunha poderá também ser julgado, afastado e enxotado da “Casa do povo” caso o pedido seja reprovado.

meme_dilma_cunha_1_png__w660_h430_mc

Enquanto isso os “brasileiros normais” só querem mais emprego, crescimento econômico, educação e saúde de qualidade. O resto a gente corre atrás. Mesmo porque não será com esmolas das bolsas, corrupção e lavagem cerebral no endeusamento da pobreza que o Brasil será um gigante respeitado e seus filhos orgulhosos de serem deveras brasileiros.

Assim sendo é preciso sim fazer respeitar a Constituição Federal, manter a ordem, acabar com as manobras maléficas, extirpar a corrupção na política, fazer acabar com as picuinhas pessoais, partidárias, ideológicas e seguir avante acreditando sim que também é possível afastar, julgar e punir os irresponsáveis e corruptos, antes que o Brasil e seu povo venha cair num poço, num precipício, tendo ainda de arcar com exorbitantes taxações, impostos, desemprego e medo.

Concluindo, Se o objetivo do impeachment é decisão legítima da democracia ou se é golpe da oposição, saberemos lá pela metade de 2016. Contudo, o pêndulo será a participação ou não do povo nas ruas.

Fontes:

www.jornaloglobo.com.br

www.metrojornal.com.br

www.bbc.com

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2015/12/como-funciona-o-processo-de-impeachment-de-dilma.html

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: