//
você está lendo...
Uncategorized

GRÉCIA: Berço da filosofia em crise econômica

7417

Tags:

 Ajuda econômica, Bancos europeus, Credores, Dívida, Exigências, FMI, Moratória 

Neste momento em que o mundo todo se volta para a “Grécia moderna”, afundada numa crise financeira “quase irreversível”, é normal imaginar os grandes filósofos gregos remexerem-se nos seus respectivos túmulos como se unidos querendo ajudar o país a sair dessa pecha de nação caloteira.

O que dirá Tales (tudo vem da água…?) e Demócrito, o descobridor da teoria atômica? Pior para Sócrates, ateu, escultor, defensor do suicídio, mandado pela mulher Xantipa. Platão, o defensor das vaidades das coisas ou Aristóteles, o artista das letras ou Epícuro, o filósofo do prazer. Que se unam todos os grandes filósofos gregos na busca da melhor saída antes que a Grécia desapareça do mapa europeu por causa de tanta dívida, que começou em 2001 e só vem aumentando a ponto da moratória ser  quase  a  única via.

Não obstante, os líderes dos bancos europeus decidiram por unanimidade acordo de ajuda à Grécia, com um novo pacote de ajuda financeira. O terceiro em cinco anos. Desta feita a meta é emprestar cerca de 86 bilhões de Euros.  É bom que se diga que o Fundo Monetário Internacional (FMI) já afirmou que não emprestará mais dinheiro para a Grécia por causa do calote já sofrido.

Ajuda econômica

Obviamente que são muitas as exigência dos líderes europeus, já que a Grécia tem uma dívida superior a 150% de seu produto  interno bruto (PIB), que  é  a  soma  de  tudo  o  que  é produzido  no país.

Para o repasse ser efetivado a Grécia deve aprovar e cumprir indigesta reforma econômica constante  no  pacote de ajuda,  tais  como: reduzir gastos, privatizar estatais, reformular as gordas aposentadorias,  aumentar impostos,  aceitar  que  a economia do país seja  monitorada  de pertinho por  um  conselho  dos  bancos  credores que  terá  sede  em  Atenas.

grecia-europa-2

Grécia no Euro

Verdade é que em 2001, com a entrada da Grécia na zona do Euro, os gregos deitaram e rolaram, gastaram à bessa com todo tipo de mordomias. Mas a farra acabou e ninguém quer abrir mão dos benefícios que pareciam não ter fim. Mas a mordomia acabou e o povo grego já com fama de preguiçoso enfrentará a frieza inóspita da Alemanha; maior credor da Grécia.

Assim sendo, uma vez aprovadas as condições exigidas, a Grécia, primeira democracia do mundo, sentira de perto o significado da palavra arrocho econômico, que certamente provocará muitas convulsões sociais até que o povo grego aceite passivamente pagar o que deve, ainda que às duras penas, que indubitavelmente mexerá no bolso dos trabalhadores, aposentados, custo de vida e muito mais.

Só assim os grandes filósofos descansarão em paz e continuarão sendo visitados nos glamorosos museus gregos que tantos turistas atraem para melhor compreensão filosófica.

2011-11-4

Grécia: Sul do Continente Europeu

População: 11 milhões de pessoas (menor que a população da cidade de São Paulo).

Capital: Atenas

Moeda: Euro

Primeiro ministro: Aléxis Tsipras

Dívida: 175% do PIB

PIB-2014: 237 bilhões

Taxa de crescimento: – 0,20%

52% dos jovens estão desempregados

45% dos aposentados são pobres

40% das crianças estão na linha da pobreza.

Fontes:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/07/150706_grecia_peston

http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/07/procura-de-turistas-brasileiros-pela-grecia-caiu-dizem-agencias.html

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: carlosevangelistajor - 14 de julho de 2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: