//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

Memória longa e Atitude contínua (é o que desejo ao povo – a nós)

134912ajjxxlkmhwqlm1ja
O país tá sujo, mal lavado
a tradicional cultura de sujar e não limpar
está dentro e fora de brasília, aqui, ali, dentro da nossa cabecinha
é coletiva, massiva, individualista, deste país impar
,
Azul ou vermelho encobrem a cor do país que não aprende
vermelho e azul pintaram, repintaram e a sujeira volta a aparecer
as cores desbotam e o falso brilho permanece nos olhos do cego
nos olhos daqueles que cegam, cagam e andam com sua cor favorita
,
Algo na cabeça dos pró-azulados e pró-avermelhados não cresce
algo no peito dos prós a qualquer das cores não reconhece, não amadurece
,
Azul pode ser a cor do céu, do mar
mas sabemos das nuvens, tempestades,
das marés, das estações que vem e vão, são incontáveis
vermelho pode ser a cor do sangue, do céu escaldante
mas sabemos daquilo tudo que é ardente, desviante, alienante
,
Não serão as cores que farão a transparência vigorar
não será homem ou mulher, conceitos de esquerda-direita, norte-sul
que farão vigorar nossos direitos, a justiça, a igualdade, o respeito
,
E que aquele que bate no peito, não bata-boca à toa
que aquele que só aperta com o dedo e vê com o controle remoto
não esteja morto-vivo até o fim do mandato
reclamando para a família que o país não tem jeito nem juízo (isso aumenta o prejuízo)
,
Pois uma nação é feita da contínua responsa com o crescimento
com a expansão dos seus valores e transformação dos seus erros, dos seus podres
que nós brasileiros escolhemos e mantemos, com jeitinho, vendo e não querendo ver
,
Então, que este poder e seus poderes
sejam reflexo do nosso pensamento e da nossa ação
não de palavras sopradas, estampadas
publicadas como estas aqui em questão
.
O país mudou, foi o que disseram…
quando aquelas pessoas saíram das urnas,
sendo responsáveis por seus papéis, além das suas escolhas.
O país mudou, foi o que disseram…
quando descobriram que não bastava escolher azul ou vermelho,
mas como se relacionam com as cores que escolheram.
O país mudou, foi o que disseram…
quando pintaram o país com várias cores,
e reconheceram suas diferenças, suas qualidades em transparências,
compreenderam que é na união que se completa,
e não na divisão, na competição, na simples obrigação da eleição,
A mudança não se faz na urna,
mas nos hábitos dos habitantes de uma cultura.
.
Adriano Anovamente Woellner é bacharel em Gravura (EMBAP) e Especialista em Educação em Valores Humanos (FIES). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.
Anúncios

Sobre a n➐w ame n t e

m e s m O u t r o

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: