//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

Paz… é só para quem tem Coragem?

A cultura de Paz,
Ainda não é tão visível,
É difícil, muito difícil, mas não impossível.
,
E para tornar-se algo vivo e vivido,
É preciso que a pessoa,
Pratique, se responsabilize,
E desenvolva paciência e tolerância para consigo.
 ,
A ciência da Paz,
É a arte de tolerar para superar-se,
Superar seus enganos, esquivas, ilusões, mentiras,
E arte de liberar-se das próprias amarras, culpas, males, feridas.
,
new
Afinal, a violência e mal-estar,
Já conhecemos por herança, experiência, conivência e conveniência,
A Paz, Paz interior… é propósito, aprendizado e contínuo desafio.
,
‘Ingênuo’ é pensar que Paz é coisa para ‘inocente’,
É para quem tem coragem de se responsabilizar por si e pelo outro.
,
Buda contrariou a família,
Jesus contrariou o povo,
Gandhi contrariou a tradição,
Amar é uma legítima revolução…
,
Vamos viver desconstruindo a violência,
E construindo, reconstruindo Paz,
Ou então, descansemos todos em Paz.
( Ser o exemplo, ainda é o melhor exemplo )
.
Adriano Anovamente Woellner é bacharel em Gravura (EMBAP) e especializando-se em Educação em Valores Humanos (FIES). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.
Anúncios

Sobre a nOw aMe n t e

m e s m O u t r o

Discussão

6 comentários sobre “Paz… é só para quem tem Coragem?

  1. Como você diz, a paz é construção coletiva

    Publicado por marielfernandes | 24 de fevereiro de 2014, 2:52 pm
  2. Acredito que a responsabilidade em se construir qualquer benefício para a humanidade começa no interior de cada indivíduo, trazendo, na medida do possível, para o coletivo… mas quase nunca o caminho inverso. Posso estar enganado, mas quando penso no coletivo como primórdio, penso na alienação irresponsável e corrosiva do pouco de consciência que ainda nos resta…Abçs e mais uma vez parabéns pela poética reflexiva!!!

    Publicado por Eder Silva | 25 de fevereiro de 2014, 3:43 pm
    • Pois é, o coletivo só educa (para o bem-estar) quando já se alcançou um determinado nível moral e ético, para que haja respeito mutuo, o que é raro em nossa sociedade global. Penso que indivíduos em suas redes podem fazer uma boa diferença, não levantando bandeiras, mas praticando valores que unem as pessoas num bem coletivo, não fechado em si, colaborativo… as tais micropoliticas são uma possibilidade. Abraço parceiro, obrigado pela participação e carinho. E vamos em frente, que agora está presente!

      Publicado por anovamente | 25 de fevereiro de 2014, 3:57 pm
  3. “Amar é uma legítima revolução…”
    Paz &…
    Beijos querido!

    Publicado por Arlene Lopes | 26 de fevereiro de 2014, 11:29 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: