//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

Repetidas Estrofes e Mesmo Refrão: ‘O MUNDO EM IMUNDAÇÃO’

Em palavras, vou me repetindo… pra ver se canso a vista e atravesso a miragem… [quem sabe, eu ainda saiba falar de outra coisa]

(Sobre)vivemos no tempo das quantias, quantidades e velocidades… abuso, excessos e novidades.

Tudo tem que ser muito, muito novo, muito fácil, muito veloz, muitas vezes e em grande quantidade, por uma praticidade confortante e excitante comodidade.

Mas a moral e ética, os valores humanos ainda se desenvolvem pouco, em pouca quantidade, lentamente e menos ainda em qualidade. [não tem versão aplicativo pra smart]

O velho mundo atual pratica o prazer de viver muito, ou com respiração ofegante, e muitas coisas ao mesmo tempo, ou fragmentos de presença no tempo, mas e os ‘valores qualitativos’? [o que é qualidade de vida ainda é paradigma]

E somos insatisfeitos por natureza? Tudo que desejamos faz bem? É preciso realizar todas as vontades? Que ‘sede e fome’ são essas?

Interessante que nos dedicamos bastante a ampliação, a multiplicação, a reprodução dos interesses particulares, dos prazeres exclusivos, das rotulações populares. [o mundo ‘imundando’ pelos ares]

Mas pouco nos empenhamos em desenvolver qualidades próprias (do ser), potenciais que unem e contribuem para o bem estar humano, coletivo… para que o tal ‘tempo veloz’ seja aliado, e não adversário.

gao-brothers-arte-contemporanea-01

“Sense of Space”, Gao Brothers (China)

Será possível, viver em função dum mundo orgásmico, nesse consolo mecanizado, com qualidade de vida, em paz, não tão fragmentado?

O desafio é sempre o equilíbrio, estamos em aceleramento, e não se pode ser lento? A vida não é feita só de gozação… gozar demais também cansa, esvazia.

Parece que somos crianças deslumbradas, mimadas… que chegaram na adolescência tão sonhada e querem todo aquele tempo da infância, todo aquele desejo imaginado, só que sem a responsa da vida adulta, sem arcar com as consequências do seu mundo drogado.

Com direito a uma família inteira e mil parafernálias para atender aos caprichos, às modas, aos constantes estímulos, correndo atrasado na realidade ansiosa e virtual.

À procura de semelhantes em série que concordem com seu ponto de vista e com as vistas do seu ponto*, só para manter a posse da vida touchável.

Essa vida controlável, a superfície da vida embalada, sobre o caos interior… a natureza digitalizada sobre a vida orgânica… salvem-se porque podemos… salvemos pois no fundo sabemos que tudo o que é demais pode ser tarde demais…

E sigo curtindo, compartilhando uma outra canção de repetidas estrofes e mesmo refrão: é aqui, agora e você a transformação… você, aqui e agora… [desapegar-se não é indiferença não]

A impermanência é sagrada… a indiferença mata.

.

*Inspirada na frase: Meus pontos de vista. Vistas do meu ponto. (Mariel Fernandes)

Adriano Anovamente Woellner é bacharel em Gravura (EMBAP) e especializando-se em Educação em Valores Humanos (FIES). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Sobre a nOw aMe n t e

m e s m O u t r o

Discussão

3 comentários sobre “Repetidas Estrofes e Mesmo Refrão: ‘O MUNDO EM IMUNDAÇÃO’

  1. Eu tomo a ousadia e presunção de comparar “as superficialidades que nos acometem” com a mania que às vezes temos de buscar fotografar tudo e todos a nosso redor, mas esquecermos de apenas vivenciá-lo e apreciá-lo no sentido mais simplório e natural da palavra… Afinal de contas, será que teremos tempo e interesse suficientes de apreciarmos ou revisitarmos os quilômetros de fotografias tiradas??? Será que seremos nós mesmos ao passo que a humanidade tenta roubar nossa essência com suas artificialidades??? Onde estará o genuíno elo que nos ligará ao Criador? Abçs amigo e felicidades sempre! Meditação: “A terceira lâmina”, de Zé Ramalho

    Publicado por Eder Silva | 31 de dezembro de 2013, 6:11 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: