//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

Será que as pessoas querem mesmo ‘Despertar’?

o Aprendiz também Ensina e quem Ensina também Aprende.

,

Existe o Desperto, o Inquieto e o Adormecido.

O Inquieto (curioso) quer Despertar

Observa, questiona, percebe o Desperto.

Já o Desperto, por estar consciente de si

É sinalizador para os Inquietos e Adormecidos.

O Adormecido, em sono profundo

Precisa sair do raso (sem fundo)

Para tornar-se Inquieto.

O Inquieto, por estar no processo

Por vezes, esquece o Desperto

E provoca o Adormecido

Porém, pouco surte efeito.

O Adormecido quer ficar onde está

Em sua sonolência habitual (gravitacional).

Os Adormecidos são maioria

E sempre foram?

E sem os raros Despertos haveriam Inquietos?

Há também o Inquieto acomodado na inquietude

Porque esquece ou desiste do Despertar

Ou alimenta-se do jogo “Inquietos X Adormecidos”.

Independente da cultura, etnia,

Idade, gênero, classe, credo

O Adormecido julga saber pelo simples fato de crer.

Tornar-se Inquieto é essencial para

Aprender a Aprender

Aprender a Fazer

E Aprender a Conviver.

O Despertar é para poucos

Porque poucos tem, ao mesmo tempo

Coragem, Paciência e Humildade

Para viver em estado de Fé

E Aprender a Ser (Aquele que É).

E há momentos em que ficamos Despertos

Mas permanecer Desperto

É desafio daquele que reconhece a Verdade

(A Presença do momento Presente).

,

E quando o Discípulo está pronto, quem é o Mestre?

annular-solar-eclipse-of-may-10-2013-australia

Adriano Anovamente Woellner é artista das letras, formas, cores e sons, bacharel em Gravura (EMBAP). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Sobre a nOw aMe n t e

m e s m O u t r o

Discussão

6 comentários sobre “Será que as pessoas querem mesmo ‘Despertar’?

  1. Despertos, inquietos e adormecidos… reflexão que sugere saculejos em todas as esferas do conhecimento, já que não demora e chamarão este nosso tempo de Idade Média…Daí de nada valerá o arrependimento bestial de nada ter questionado ou realizado além das comezinhas com olhar fixado no medonho umbigo. Não é verdade caro Adriano? Valeu mesmo. Abraço Carlos Evangelista

    Publicado por carlosevangelistajor | 30 de maio de 2013, 10:14 am
    • é isso aí amigo! se é pós-moderno, já é tempo de integrar ‘todas as esferas’ do conhecimento né… a humanidade ‘arrependida’ tem que perdoar-se e fazer diferente, Despertar pra vida saudável… além do ‘medonho umbigo’! valeu pelo comentário, um abraço.

      Publicado por anovamente | 30 de maio de 2013, 11:42 am
  2. Com todo acesso à informação que temos hoje, esperava que as pessoas questionassem mais e despertassem, como você diz.

    Mas o que vejo são pessoas que se esforçam para edificar o muro em torno de seu DESCONHECIMENTO, e garantir que seu ponto de vista seja cada vez mais estreito.

    A ignorância é uma benção?

    Publicado por Charlie Hank | 2 de junho de 2013, 4:17 am
    • pois é, a princípio pensamos que “Acesso” gera o “Despertar”, que desperta pessoas para o Senso Crítico e tal… mas já percebe-se que muitos “edificam os muros” do falso saber, para “garantir-se”, mas que no fundo é sobreviver do seu oco ponto de vista, que lhe dá “conforto e segurança”. E essa é a “benção” dos ignorantes, ter certeza que sabe, que está “pronto” para a escola das relações (incertas) da vida. Valeu pelo comentário!

      Publicado por anovamente | 3 de junho de 2013, 12:26 am
  3. Sempre dou uns “pitacos” meio céticos em relação ao ser (des) humano… acredito que a razão pelo qual dificilmente se consegue mudar a direção da humanidade é o fato de sempre apostarmos que o coletivizante pode mudar, ou mesmo, os apetrechos extrinsecamente associados ao ser (como a mídia, o meio que nos circunda, a tecnologia enfim) podem auxiliar no “progresso”. Mas, na verdade, acredito que não houve e não haverá progresso algum, a não ser aquele progresso intrínseco (essência) do ser. A revolução é dentro de nós, e não fora, razão pela qual as revoluções coletivas não passaram de mudanças, transições, mas não progresso, em verdade… O despertamento é individual, sempre outsider, e não insider… é minha opinião, bem tosca e simprória, mas sincera.
    Abçs, Adriano, por trazer este tema novamente!!!

    Publicado por Eder Silva | 12 de junho de 2013, 9:26 am
    • Sinta-se a vontade e acolhido para dar pitacos pitis petardos, hehe. Cara, entendo em parte a sua visão… tipo, o Despertar é interno, individual, isso é fato, e pelo o que entendo, você chama esse processo (também) de “progresso”. Até aí eu me identifico, mas quando diz que “não houve e não haverá progresso algum” externo, no mundo, na humanidade, é que eu discordo ou não entendo. A minha opinião “bem tosca, simplória e sincera” é que: a partir do ‘despertamento’ individual, é que o ‘progresso coletivo’ passa a ter valor, ter sentido para o indivíduo ‘despertado’, então o ‘progresso’ se dá de forma sutil, ‘invisível’ aos olhos do ‘cidadão civilizado’. Por exemplo, a nossa crença em “despertar” é fruto de outros indivíduos (que acreditamos) terem ‘despertado’ pra vida. No meu entendimento, estes indivíduos contribuíram para o “progresso” da humanidade, mas como perceber e compreender isso, é subjetivo, então não há uma resposta única e pronta, hehe. Quando ‘despertamos’, passamos a contribuir verdadeiramente para o ‘progresso’ humano, pois além de espíritos, somos humanos, temos um propósito humano-divino, não é só além e nem é só aqui, é o todo a todo momento. Enfim, temos que bater um papo pessoalmente, pra nos divertirmos um pouco. Abraços, valeu pelo comentário!

      Publicado por anovamente | 12 de junho de 2013, 12:59 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: