//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Estudos de Gênero

CARNAVAL: Brasil celebra a sua maior festa popular

garotas-nuas-carnaval-rio-de-janeiro-1
Claro que o carnaval brasileiro é um fenômeno social cheio de canto, dança, máscara, fantasia, bebedeira, sensualidade e liberdade de comunicação entre as pessoas.

No Brasil costumamos dizer que o ano só começa após o carnaval, talvez já pensando emendar natal, ano novo, desfiles de bonecos gigantes, carnaval e seguindo com as micaretas.
carnaval-olinda-bonecos-gigantes-04-20110308-size-620
Alías, carnaval e política parece que não, mas tem tudo a ver, principalmente quando o carnaval brasileiro de Norte a Sul virou uma grande indústria de extremo interesse político. O momento é de aparição pública e esconder tudo de ruim que aconteceu, acontece ou vai acontecer no cenário político nacional. Os bonecos gigantes satirizando esse ou aquele político corrupto é nada perto das muitas homenagens a quem realmente merece e quem até compra certas abomináveis homenagens.
Certo é que o Brasil para e o País se transforma num ziriguidum, telecoteco, folias, orgias, retiros e incredulidades, até surgir a quarta-feira de cinzas, dizendo o carnaval acabou e o ano civil vai começar.
o-jovem-baco-1884-William-Adolphe_Bouguereauhistoria-carnaval-olinda
Carnaval no mundo
A festa mais popular do Brasil, na verdade teve início há milhares de anos na Antiguidade. Claro que não tinha samba e nem mulatas nas avenidas, ruas, clubes e botequins. A folia carnavalesca sempre esteve presente entre hebreus, romanos e gregos. Eram grandes festejos pagãos, cheios de comida e bebida para comemorar nos meses de novembro e dezembro, colheitas e louvar divindades.

Ainda na Idade Média, a Igreja decidiu incorporar as antigas festividades ao seu calendário aos últimos dias antes das limitações impostas pela Quaresma; 40 dias antes da Páscoa. No Século 13 surgiram na Itália, os bailes de máscara, marcando as primeiras fantasias de carnaval, totalmente restritas à nobreza. Daí, durante o Século 19, na Europa, surgiram o Pierrô, o Alerquim e a Colombina, presentes até os dias atuais.

O Carnaval no Brasil
No século 17, por influência dos nossos conterrâneos portugueses, as celebrações resumiam-se ao entrudo, uma folia bagunçada feita principalmente por escravos, com direito as guerras de água, farinha e limões de cheiro. A festa cresceu e foi para os salões sendo animada até por óperas e nada de samba.
Somente com o advento da República, em 1890 é que surgiram as primeiras marchinhas e os primeiros sambas aparecerem nos idos de 1915 no carnaval carioca.

Para tirar proveito político, o então presidente Getúlio Vargas resolveu tornar o carnaval a festa maior da identidade nacional. O Estado passou a organizar o carnaval, dando licença para desfiles e investindo nas escolas de samba. Em seguida foi criado o sambódromo e a festa popular a pedido de Getúlio Vargas espalhou-se pelo Brasil.

Carnaval significado
Carnaval significa “a carne nada vale” ou “adeus à carne”. Ou seja, carnaval significa a celebração dos prazeres terrenos, numa festa que dura quatro dias ou mais, principalmente no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Pernambuco, com caráter artístico, com blocos, bailes, plumas, paetês, desfiles alegóricos e samba-enredo.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, o carnaval não é invenção brasileira. As origens do carnaval tem sido buscadas nas mais antigas celebrações da humanidade, tais como as festa lupercais, bacanais e saturnais gregas e romanas ou associadas a fenômenos astronômicos e a ciclos naturais.

Contudo, no Brasil, se o carnaval no Rio e São Paulo é de luxo, no Nordeste a festa carnavalesca tem um forte tempero africano e de bonecos gigantes com tipos populares homenageando a base da formação do nosso povo e de nossa cultura, animada por frevos e trios elétricos.
Vale lembrar que o carnaval do Rio de Janeiro está no Guinnes Books como o maior carnaval do mundo juntamente com o Galo da Madrugada, do Recife, considerado o maior bloco carnavalesco do mundo.
garibaldis_e_sacis_038
Em Curitiba, o bloco Garibaldis e Sacis, que já existe há quinze anos anima o pré-carnaval paranaense e promove a alegria de milhares de foliões no centro histórico da Capital do Paraná.

Fontes: http://www.brasilescola.com.br
http://www.carnaval.olinda.pe.gov.br
http://www.guiadoestudante-abril.com.br

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “CARNAVAL: Brasil celebra a sua maior festa popular

  1. Parabéns pelo artigo e fotos. Gostei muito!

    Publicado por HULAHOO SEDUCTION STORE | 17 de fevereiro de 2015, 9:21 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: