//
você está lendo...
Carlos Evangelista, Cotidiano

Greve dos Vigilantes provoca transtornos nos serviços bancários em Curitiba e RMC

image_preview
Sexta-feira (1º de fevereiro), dia ensolarado em Curitiba e Região Metropolitana e o maior rudivoo nos bancos por causa da greve dos vigilantes, por tempo indeterminado.

Os clientes, indignados, deram com a porta lacrada dos bancos com filas e quiproquós dos diabos nos caixas eletrônicos. Uns sem dinheiro, outros sem comprovantes de depósitos, uma funcionária que fala por um buraquinho do grosso vidro, gente nervosa, etc.

Não é pra menos, a própria Presidenta Dilma Rousseff autorizou recentemente um aumento absurdo no preço da gasolina. Obviamente que outras classes vão querer reajustar os preços dos seus produtos. O que se vê é o pipocamento de greves e mais greves Brasil afora. Afinal não teremos eleições este ano. Então a hora é de reajustes no combustível, no transporte público de passageiros, nos alimentos e por aí vai. Sempre foi assim.

O momento é propício aos reajustes, pois com o País em clima de carnaval, até parece que todos os brasileiros estão com dinheiro sobrando para tamanho alarido para a festa carnavalesca, em meio a tantos pagamentos de IPVA, IPTU, ITR, IR, despesas escolares e um monte de compromissos financeiros.

Mas voltando a greve dos vigilantes, que afeta diretamente o não funcionamento das agências bancárias, entendo que é preciso criar mecanismos na lei para que os bancos, em respeito aos clientes, não fiquem diretamente dependentes dos vigilantes, que sabidamente volta e meia entram em greve, provocando transtornos, prejuízos, incidentes e acidentes. O stress dos clientes de bancos vai a mil, ainda que existam algumas poucas alternativas de pagamentos via Internet, casas lotéricas, banco postal e outras. Mas tem situação/transação que só se resolve na boca do caixa.
charge_greve_

Na paralisação desta sexta-feira (1º de fevereiro) os vigilantes reivindicam aumento salarial, reajuste no vale-alimentação e pagamento de 30% no adicional de periculosidade.

De acordo com a lei, a ausência de segurança impede a abertura da agência bancária, ficando a responsabilidade por conta do gerente da agência.
ADICIONAL DE 30%
Na verdade, a greve dos vigilantes visa pressionar o governo para fazer incluir adicional de periculosidade de 30% sobre o valor do salário dos trabalhadores da classe. No Brasil, até o momento só recebe 30% de adicional de periculosidade os trabalhadores em contato permanente com inflamáveis, explosivos e energia elétrica.

Orientação do Procon-PR

O órgão de defesa do consumidor alerta que nenhum prejuízo, em decorrência da mobilização dos vigilantes, pode ser imposto aos clientes. O PROCON informa que aquele que se sentir prejudicado deve entrar em contato e formalizar a reclamação.

É importante lembrar que existem opções para realização de algumas transações como pagamentos, por exemplo, que podem ser feitos pela Internet, lotéricas, farmácias, mercados ou outros.

O telefone do Procon é 0800-41-1512
Fontes: http://www.procon.org.br
http://www.vigilantescuritiba.org.br

Carlos Evangelista é jornalista (ESEEI) e especialista em Sociologia Política (UFPR). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “Greve dos Vigilantes provoca transtornos nos serviços bancários em Curitiba e RMC

  1. O lucro dos bancos (banqueiros) é, há anos, bilionário. No último ano apenas, o Bradesco anunciou lucro de mais de 14 bilhões!!!! Quem faz essa riqueza??? Os vigilantes são funcionários fundamentais da estrutura bancária. Ou se valoriza (e eles não estão pedindo muito) ou veremos esse tipo de paralisação mais vezes. Torço para o dia em que o pessoal de manutenção e limpeza tenha um sindicato que preste, e não como o que existe em Curitiba, que tem seu presidente, ex-sercretário municipal do trabalho, envolvido em graves denúncias de corrupção.

    Publicado por joseaugustohartmann | 2 de fevereiro de 2013, 10:30 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: