//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

{(na falta de assunto) + (não mudo o assunto)}

. :\|/: .

Ñ VÔ FALÁ D MÍDIAS

NEM VÔ FALÁ DA POLÍTICA

Ñ VÔ FAZÊ PROFECIA

NEM VÔ FICÁ NA POESIA

VÔ ARRISK´ NUMA SOLUÇÃO ( alQUÍMICA )

puxa! é verdade… você tem razão!

é verdade, você tem intuição… você tem sentimento, você tem sensação…

e não é que você estava certo! a tua certeza tão incerta é uma verdade própria…

a mente humana ainda guarda segredos e não usufruímos de tantas respostas…

e nozes ( ñ me incluo fora dessa ), fazemos pouco por nós, pela humanidade…

e justificamos muito pela fatalidade…

se fala, informa, lê, escreve, ouve, discute, vê, reflete, e faz oq!?

oq já conhece? oq lhe ‘protege’ da desilusão? repete oq lhe convém(ce) ou não?

( padrão multidão )

tá bom, somos aprendizes, mas somos educadores também… somos o exemplo e mal exemplo…

nesses milhares de anos, já temos uma referência de que,

o ser humano se desenvolveu, mas coletivamente pouco se envolveu… ( sem 2ª intenção )

arrisco dizer que são as relações humanas e a relação com a natureza humana, que estão atrofiadas…

muito se duvida, se ignora, se despreza, se teoriza, e por fim: ” e daí, eu penso em mim! “

( e nos que trazem pra mim )

falta humanizar-se… falta despir-se… assumir-se… doar-se… não é fácil nem impossível… é desafio!

{ [ ( : compartilhe sua presença : ) ] }

quando se conquista com dinheiro… ( o cara chegou lá )

quando se conquista com violência… ( se não fizesse outro faria )

quando se conquista com vícios… ( pelo menos tá lá )

se conquista com uma trajetória triste, sofrida, mentirosa, homicida… ( mas na pompa de rei, de rainha )

a manutenção da farsa, a sustentação da mentira é hábito, costume, cultura mais que batida…

( e ainda é aplaudida )

Vamos ouvir o que o outro precisA

Pense no que realmente vc precisA

Oq é que se precisa para amar esta vida?

{ [ ( : a integridade está na diversidade : ) ] }

então tá, já fiz minhas teorias, minha falácia, minha mania, minha auto-terapia…

agora vou continuar na rotina só minha ( e dos outros ), que eu ganho mais!!!

¨ ‘/|\’ ¨

for

imagem não é nada, desejo é tudo, obedeça seu desejo, imagem. ( xprite )

Adriano Anovamente Woellner é artista das letras, formas, cores e sons, bacharel em Gravura (EMBAP). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Sobre a nOw aMe n t e

m e s m O u t r o

Discussão

5 comentários sobre “{(na falta de assunto) + (não mudo o assunto)}

  1. Fala amigo! Realmente tamos muito pouco envolvidos. Mas eu prefiro pensar que essa falta de envolvimento se deu (se dá) pelo pensamento doentio de que tenhamos nos desenvolvido de alguma forma. Penso nesta afirmação como uma falácia, um vício de nossa natureza (des) caída; (des) cabida… Ainda assim ouso dizer que, para termos o real progresso (mesmo que utópico), é necessário nos despojarmos da velha matrix, do velho vírus infundido em nossas mentes dementes. Ainda é preciso retrocedermos muito… Enquanto isso, vamos ver qual música vai rolar nessa jukebox interhumanitária… Abraços e até a próxima!

    Publicado por Eder Silva | 28 de janeiro de 2013, 9:14 pm
    • Fala parcero! então, quando afirmei “o ser humano se desenvolveu…” lembrei do teu olhar quanto a isso, hehe… mas penso mesmo, que individualmente, existem seres que se desenvolveram, se desenvolvem (em valores humanos) ao longo da história… os exemplos no qual nos inspiramos, são ‘provas’ disso… ser o exemplo é o propósito legítimo e utópico, penso eu, hoje. E o Coletivo, a Sociedade e humanidade… também desenvolve-se não de forma linear, em alguns aspectos ela reduz a rigidez, por exemplo, já podemos nos expressar mais abertamente na internet, sim, dentro de um sistema, mas não cortam mais as cabeças, a morte não é mais imediata, hehe… enfim, vamos debatendo, dialogando, trocando, que vale as penas! um abraço.

      Publicado por anovamente | 28 de janeiro de 2013, 9:44 pm
  2. Ah! e justamente esta afirmação, faz eu escrever e disseminar a minha poesia… se eu olhar que tudo está parado, sem aprimoramento, eu paro de escrever… hehe

    Publicado por anovamente | 28 de janeiro de 2013, 9:47 pm
  3. Então Adriano, no meu olhar, acredito que alguma fagulha de progresso individual se dá através do retrocesso, e não da letargia. Penso que o retrocesso é energia em corrente descontínua (alternada). Energia que nos move em direção ao puro inspirado, que é o caso das manifestações artísticas diversas. Ou seja, em poucas palavras, diz respeito maìs à desconstrução […]. Mas, respeito a tua visão quanto a possibilidade de desenvolvimento, a qual não consigo em momento algum visualizar, ok. Vamos tocar a bola e fazer o jogo andar. Abração.

    Publicado por Eder Silva | 30 de janeiro de 2013, 9:09 am
    • estava relendo as suas palavras e pensei que o que você considera “Retrocesso, Desconstrução”… eu chamo de “Retorno através da Metamorfose (Transmutação)”… falamos da mesma coisa de forma diferente… talvez seja a tal “Ressurreição”.

      Publicado por anovamente | 8 de fevereiro de 2013, 8:46 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: