//
você está lendo...
Adriano Anovamente Woellner, Poesias e Pensatos

emPrego: aluGado + finAnsiado = VENdiDA (humananinanão)

projeto Brandalism

* * * * *

13º dia do mês

9º dia útil do mês

tem 13º esse mês

12º mês do ano 12

( lá vem o ano 13 )

vemK´ Ser Incolor!

seaproxegue+pertinho prum papo cabeça corpo e membros… ñq´ batê 1 léro Cumbigo?

esfolei meus valores no caixa do banco

esfolei meus valores no meu novo trampo

esfolei meus valores na carne do açougue

esfolei meus valores na oferta de hoje

no edifício é difícil pagar o condomínio

no edifício é difícil aguentar o vizinho

no edifício é difícil o síndico aguentar

é difícil o edifício do lar sem valores

( é esfolação ) 

Q criatividade… a grande poesia do século XX foi provar a relatividade… ( quar?a dimensão )

teu tempo é por tempo Limitado! APROVEITE! ( aprove-se )

éh… os tempos mudaram mesmo…

o povo hoje tem circo, circo do soleil na sua tv…

e tem pão, pão fabricado e fatiado…

e agora… temos a democracia…

fabricada, fatiada e distribuida pela tv…

poucos princípios, muitos fins… médias, meias palavras…

só meios não bastam, tem que estar por inteiro…

[Agradecimento Especial ao Alfabeto, a Língua Culta, a Gramática, a Ortografia] e poetas.

& Coloquial informal pupolar eu sigo aqui depois que escrevi

com minhas figurinhas de Linguagem ( de Linhagem )

na ambígua Ambiguidade, no meu Plebeísmo vileiro,

Barbarismo ( Latino ), no Pleonasmo Vicioso redundante,

viciado no Vício de Linguagem de cada pensamento teclado decodificado (d)escrito…

O Grande Tele-Exibidor Silvio ‘Topa Tudo Por Dinheiro’ Saints, já transmetia: ” Quem quer Dinheiro? “

deixei o rádio tocando o dia inteiro…

deixei a tv passando a noite inteira…

deixei o computador ligado a todo momento…

deixei tudo…

Niemeyer foi… e o Oscar vai para?

A Praça dos III Poderes Fazeres oQ Quiséres eñ Pégas Nada ñ Págas Nada… ( c/ o Pé na Covardia )

vamos pra +1 RéveSllon do OMOsapien ( renove as FÉrias )

o de branco deu branco…

o de amarelo amarelou…

o de laranja é laranja…

o de vermelho o vermelho jorrou…

antes ~ entre ~ além da teoria ideologia análise crítica… o além do dito, é FEITO… ( pratique utopias )

extudiode nalgas

Ela: não gosto disso aí!

Ele: não gosto dessa aí!

Ela: olha como fala, seu…

Ele: olha como fala, sua…

Ela: sua?

Ele: seu?

Pros Positivistas o mundo evolui…

Pros Negativistas o imundo evolu…

Pra mim o mudo involue…

banda larga calça larga noiva larga cara larga

canal adulto canal aberto canal infantil canal fechado

@@@

@@

@

PAZma PAZmen PAZtor… PAZ PAZ PAZ ou descanse em PAZ…

Se você não conseguir visualizar esta mensagem, acesse o link anovamente.

OBRIGADO! VOLTE SEMpré… ( talvez a NASA RE[com]PROVE a existência de ET’s )

no meio, estamos terrestres… antes e depois, somos extra terrestres…

eu diria que o mundo já mudou… mudou o olhar sobre o mundo…

não dá pra disfarçar, pra se esconder… o bumerangue foi e iria voltar…

por vezes revolta… mas não tem volta, é assumir a aposta… e recriar…

existem fins, mas ainda não é o fim…

o fim dos tempos… é fim de uma grande era, era, não pode ser mais…

é um salto quântico… a varredura, a peneira do universo…

a história não dá conta… a consciência não vai dar trégua…

o homem não vai perder… a vida não vai parar…

somos o que somos… o que sabemos… o que nada sabemos…

e o que tudo fazemos… ( INCLUSO A NEGAÇÃO )

=

Adriano Anovamente Woellner é artista das letras, formas, cores e sonsbacharel em Gravura (EMBAP). Este artigo reflete as opiniões do autor. O site não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.

Anúncios

Sobre a nOw aMe n t e

m e s m O u t r o

Discussão

2 comentários sobre “emPrego: aluGado + finAnsiado = VENdiDA (humananinanão)

  1. Salve santo poeta! É agora mesmo, estamos pertinho de mais um fim (de papo). Temos que inventar outro fim (de festa) ou a “Demongracinha” vai dar um fim em nossos m-e-i-o-s. Vamos soltar os palhaços para que tenhamos um fim, pelo menos, digno de umas boas gargalhadas! E, por aí, nossa mente vaga (lume)…
    Sejamos então a última faísca da física quantica do universo involuído.
    Abraços e até a próxima saraivadas de puras poesias, caro poetartista!

    Publicado por Eder Silva | 13 de dezembro de 2012, 9:54 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: